Transportadoras apresentaram medidas e querem penalizar o transporte particular

0

Maior diferenciação entre transportes profissionais e particulares, com prejuízo para os últimos, no imposto do Imposto Único de Circulação (IUC) é uma das medidas propostas pelas transportadoras rodoviárias de mercadorias ANTRAM e ANTP

“Consideramos que a diferença não é significativa, devendo ser aumentado o diferencial do IUC, penalizando o transporte particular, tantas vezes concorrente desleal do transporte profissional”, lê-se no documento enviado hoje ao Governo, que corresponde ao caderno reivindicativo conjunto da Associação Nacional de Transportadores Rodoviários de Mercadorias (ANTRAM) e da Associação Nacional das Transportadoras Portuguesas (ANTP).

As associações de transportes rodoviários de mercadorias apresentaram um conjunto de reivindicações/sugestões de medidas ao Governo, sendo que uma das principais está  relacionada com a devolução do aumento de seis cêntimos por litro de gasóleo e de gasolina ISP, previsto no Orçamento do Estado para 2016.

Mas mais do que não sofrer este agravamento, as associações querem que o preço dos combustíveis, que representa 35% dos custos das empresas, seja equiparado ao praticado em Espanha, o que deverá ocorrer através da devolução do ISP, com base no consumo real de combustível.

As associações recuperam uma reivindicação antiga: incentivos à renovação das frotas e também incentivos ao abate de veículos pesados de mercadorias com dez ou mais anos.

Ainda neste capítulo, a ANTRAM e a ANTP consideram que importa retomar a isenção de mais-valias em sede de IRC quando reinvestidas na aquisição de veículos de mercadorias, incentivando assim a renovação das atuais frotas.

No documento enviado hoje ao Governo, as empresas reivindicam ainda mais descontos nas taxas de portagem, nomeadamente alargando o período horário de descontos e/ou distinguindo consoante a classe poluente em que os veículos se inserem.

Fonte: RTP | Fonte (imagem): Notícias ao Minuto

Siga os percursos da sua frota de pesados por terras francófonas e em mais de vinte países europeus – saiba como aqui.

Share.
Saiba mais sobre:   Nacional

Leave A Reply