Simulacro Anémona 2015 utiliza drone para auxiliar combate à poluição

0

O simulacro Anémona 2015, um exercício de combate à poluição no mar que decorreu ao largo de Leixões, no porto de Leixões e nas praias de Matosinhos, e simulou a contenção e recolha de 750 m3 de petróleo do tipo Sarir. A ação envolveu a colaboração de cerca de 420 pessoas e contou com a organização e colaboração da Autoridade Marítima Nacional, da Agência Europeia de Segurança Marítima da Tekever e da Galp Energia.

A Autoridade Marítima Nacional, em parceria com a Tekever, integrou sistemas aéreos não tripulados durante o simulacro Anémona 2015, levado a cabo esta quinta-feira ao largo do Porto de Leixões.

O sistema de asa fixa AR4 Light Ray da Tekever foi lançado a partir da Praia de Matosinhos para observação e envio de informação ao centro de decisão do simulacro em tempo real, contribuindo para uma boa articulação entre todas as entidades com competências na resposta a incidentes desta natureza em cenários reais de crise.

Ainda durante a realização deste simulacro, a Agência Europeia de Segurança Marítima (EMSA) e a Tekever deram os primeiros passos na integração de imagens captadas por veículos aéreos não tripulados na plataforma de informação marítima desta agência, designada por Integrated Maritime Data Environment (IMDate).

O IMDate fornece serviços genéricos de monitorização marítima integrada a todos os Estados-membros da União Europeia. A informação fornecida mostra-se relevante na gestão de frotas de navios de combate à poluição, no fornecimento de dados meteorológicos e oceanográficos aos Estados-membros, na vigilância marítima e no suporte a missões antipirataria, pesca ilegal, combate ao narcotráfico e tráfico de seres humanos.

Por: Luís Vedor | Via Tekever | Fonte: PC Guia | Fonte (imagem): apdl.pt

Os drones e a tecnologia no geral aumentam a nossa segurança. Os localizadores por GPS aumentam a segurança dos seus veículos.

Share.
Saiba mais sobre:   Tecnologia e Inovações

Leave A Reply