Siemens cria estrada elétrica na Suécia para testar camiões híbridos Scania

0

Já se sabia que a Scania havia encetado uma parceria com a Siemens e o governo sueco para testar camiões híbridos dotados de uma tecnologia de recolha de energia – o pantógrafo. O projeto que une as três entidades foi batizado Estrada Elétrica Gävle e tem como objetivo dotar o país escandinavo de uma frota de veículos inteligentes até 2030. Recentemente a Siemens divulgou alguns detalhes sobre a rodovia de 2 km que será “eletrificada” para os testes deste projeto.

O Scania com pantógrafo instalado.

(clique para aumentar)

O grupo industrial e tecnológico alemão Siemens construirá a primeira estrada elétrica na Suécia, país que pretende que o setor dos transportes fique livre dos combustíveis fósseis até ao ano de 2030.

A Siemens informou na quinta-feira que este se trata do primeiro projeto de demonstração na Europa e será realizado em colaboração com a fabricante de camiões sueca Scania.

A companhia alemã explicou que será “instalado um sistema de cabos aéreos para camiões híbridos na Suécia” e que o contrato foi direcionado pela Administração de Transporte da Suécia ao condado de Gävleborg.

O sistema de cabos aéreos eletrificará um trecho de dois quilómetros da estrada E16, a norte de Estocolmo.

Os resultados do teste serão disponibilizados dois anos depois do começo da fase de demonstrações, sendo traçado como objetivo demonstrar o funcionamento do sistema para futuros usos de caráter comercial.

“A estrada elétrica é duas vezes mais eficiente do que os motores de combustão interna. Isto significa que não só se reduz para metade o gasto de energia, mas também se reduz a poluição no local”, sublinhou o diretor de tecnologia da divisão de Mobilidade da Siemens, Roland Edel.

“O híbrido elétrico é o primeiro passo rumo aos veículos elétricos, que desempenharão um papel cada vez mais importante no desenvolvimento do transporte de mercadorias sustentável”.

O núcleo do sistema é um pantógrafo inteligente – sistema articulado de barras situado no teto dos veículos elétricos -, combinado com um sistema híbrido de propulsão.

“Um sistema de sensores permite ao pantógrafo ligar-se ao sistema de cabos aéreos e desligar-se automaticamente a velocidades de 90 km/h”, segundo a Siemens.

Os caminhões equipados com este sistema utilizam a energia elétrica da linha aérea de contato, o que permite que circulem de maneira eficiente e com zero emissões diretas enquanto são conduzidos.

Nas estradas suecas que não disponham desta infraestrutura de cabos, os veículos poderão usar o sistema híbrido a diesel.

O projeto de demonstração será realizado na E16, estrada que liga Dalarna e Gävleborg – regiões industriais dominadas pelas indústrias do aço, papel e mineração – com o porto de Gävle.

Durante a fase de demonstração serão usados dois veículos – ambos camiões híbridos elétricos fabricados pela Scania e adaptados para operar neste sistema de cabos aéreos.

Na Califórnia a Siemens trabalhará com o fabricante de veículos Volvo num projeto de demonstração de estrada elétrica similar, sendo que neste caso a rodovia se situa nas proximidades dos portos de Los Angeles e Long Beach.

Fonte: Exame (adaptado) | Fonte (imagens): Scania

Facilite a gestão do tacógrafo digital do seu camião com o Inotacógrafo.

Share.
Saiba mais sobre:   Atualidade e Ambiente

Leave A Reply