Porto de Sines embarca milhares de cabeças de gado bovino vivo, numa operação portuária inédita no país

0

Chegaram há pouco camiões ao Terminal Multipurpose do Porto de Sines e já se preparam para rumar a Israel. 3.650 cabeças de gado (1.400 toneladas) começaram hoje a ser embarcadas no navio Holstein Express, numa operação de exportação por via marítima de animais nunca antes experimentada no país. O negócio tem o valor de 4 milhões de euros e representa uma oportunidade de peso para o porto e os agricultores alentejanos.

A operação de embarque dos animais, com pesos que variam entre os 200 e os 600 quilos, num total de aproximadamente 1.400 toneladas de gado vivo, começou hoje à tarde com a chegada ao Terminal Multipurpose do porto de Sines, gerido pela concessionária PortSines, de 3.650 bovinos transportados em perto de 70 camiões.

“É um negócio novo que está hoje a começar”, disse à agência Lusa João Franco, presidente da Administração do Porto de Sines.

Para o embarque de animais vivos, não foi necessária qualquer adaptação da infraestrutura portuária, que “já tinha todas as condições necessárias” para o efeito, segundo assegurou o mesmo responsável.

“O que foi exigido foi a presença das autoridades sanitárias para acompanhar toda a operação”, disse.

Antes do embarque, todos os animais, de origem alentejana, foram inspecionados “um a um” por veterinários da Direção-Geral de Alimentação e Veterinária para garantir as condições sanitárias.

Esta é a primeira vez que são embarcados animais vivos no porto de Sines, estando prevista a continuação do transporte deste tipo de mercadoria “de forma regular”.

“A ideia é que o transporte de gado vivo para o estrangeiro seja regular”, adiantou João Franco, destacando que a via marítima “tem melhores condições e melhor preço” para este serviço do que a via rodoviária.

O próximo transporte de gado vivo a partir de Sines está previsto para 15 de novembro, com “o embarque de mais 4.500 animais”, segundo divulgou hoje a Secretaria de Estado da Alimentação e Investigação Agroalimentar, num comunicado enviado à Lusa.

A exportação dos 3.650 animais representa um negócio de quatro milhões de euros, destacou ainda Secretaria de Estado.

“Este é um acontecimento relevante para a internacionalização deste setor e para a economia nacional”, segundo o Governo.

Até agora, “esta exportação era feita por via marítima através de Espanha, com perdas de rendimento para os agricultores portugueses, operadores e economia nacional”, referiu a Secretaria de Estado.

O navio Holstein Express deverá partir de Sines no próximo sábado com destino ao porto de Haifa, em Israel.

Pelo Terminal Multipurpose do Porto de Sines, vocacionado para a movimentação de granéis sólidos, passam geralmente tipos de cargas variadas, como o carvão ou a madeira.

Fonte: LUSA | Fonte (imagem): Freeimages.com/Andy Stafiniak

Mantenha a sua frota debaixo de olho em Portugal e em mais de vinte países europeus. Saiba como.

Share.
Saiba mais sobre:   Nacional

Leave A Reply