O primeiro camião sem condutor do mundo já circula nas autoestradas americanas

0

Tem a assinatura da germânica Daimler AG, é um camião trator de semirreboque, chama-se Freightliner Inspiration Truck e é capaz de conduzir-se sozinho. Para já só está autorizado a percorrer as vias rápidas norte-americanas do Nevada nesse modo e precisa de uma “mãozinha” para fazer ultrapassagens. O pesado está autorizado a circular em vias rápidas mas terá que ter sempre um motorista na cabine.

Vista do habitáculo do Freightliner Inspiration Truck.

Chama-se Freightliner Inspiration Truck e é a partir desta quarta-feira o primeiro camião sem condutor a estar autorizado a andar em autoestradas, neste caso no estado norte-americano do Nevada. Na realidade trata-se de um camião trator de semirreboque, foi construído pela Daimler AG, fabricante alemã de automóveis, e, segundo a construtora, vai ajudar a poupar no consumo de combustível, na redução de emissão de dióxido de carbono e permitir que o motorista do pesado possa descansar em viagens de longo percurso.

As viaturas sem condutor estão entre os objetivos de vários fabricantes de automóveis ou de empresas como o Google. Nos últimos anos, a tecnologia que equipa estes veículos tem vindo a ser melhorada e testes feitos em circuitos fechados ou percursos autorizados pelas autoridades dos respetivos países onde são realizados têm demonstrado que são confiáveis. No entanto, as legislações e as regras rodoviárias da grande maioria dos países não preveem a circulação de viaturas sem condutor.

Os Estados Unidos foram o primeiro país do mundo a criar legislação que permite que viaturas autónomas possam ser testadas em estradas públicas. Até agora, quatro estados norte-americanos – Califórnia, Nevada, Florida e Michigan – permitem a circulação destas viaturas. A nível europeu, o Reino Unido permitiu em 2013 que fossem testadas estas viaturas em vias públicas. França deverá seguir o mesmo caminho ainda este ano. A Alemanha e a Suécia reviram também a sua legislação para permitir que carros sem condutor fossem testados nas suas estradas.

Esta terça-feira, a Daimler confirmou que o seu Freightliner recebeu a licença obrigatória para poder circular no Nevada. Sob a matrícula AU 010, o camião vai poder ser testado nas estradas públicas do estado norte-americano, sempre com um condutor na cabine, mas com autorização para circular de forma autónoma, sem interferência humana. O pesado terá que circular sob o comando de um motorista quando entrar no centro de localidades e nas áreas suburbanas.

Vista de pormenor do volante e das imagens geradas pelas câmaras que vão vigiando o percurso feito.Assim que o pesado entrar numa autoestrada o motorista pode acionar o que a Daimler chama Highway Pilot (piloto de autoestrada), um sistema que funciona com base em câmaras, colocadas nas partes dianteira e traseira, e radares com funções de prevenção de colisão. Este sistema controla a velocidade, sistema de travões e direção. Para já, o sistema não permite a realização de ultrapassagens. Esta manobra tem que ser sempre realizada com as mãos do motorista no volante, tal como acontece quando o pesado sai da autoestrada e muda de faixa. A mudança do Highway Pilot para a condução manual pode ser feita rapidamente pelo condutor.

Segundo a Daimler, as vantagens que o Freightliner oferece, ainda sob um preço não revelado, são a redução do consumo de combustível e uma maior garantia de condução segura e menos fatigante para o motorista. Estudos citados pela construtora automóvel concluíram que camiões sem condutor podem tornar-se, em média, 7% mais económicos, sendo que essa poupança se traduz numa redução em 4% do consumo de combustível e menos despesas de manutenção da viatura.

Wolfgang Bernhard, presidente executivo do departamento de autocarros e camiões na Daimler, sublinhou, por sua vez, que a condução autónoma ajudará a reduzir os acidentes provocados por erro humano, que, segundo o responsável, tem estado na origem de cerca de 90% dos sinistros rodoviários que envolvem pesados.

Por: Cláudia Bancaleiro | Fonte: Público | Fonte (imagens): Daimler

Share.
Saiba mais sobre:   Tecnologia e Inovações

Leave A Reply