Nova reunião com o Governo depois da ameaça de protestos

0

Quase uma semana depois da ameaça de protestos das transportadoras, a ANTRAM e ANTP voltam a reunir-se hoje (quarta-feira) com o Governo, com o intuito de negociar medidas que reduzam o impacto do aumento do imposto sobre os combustíveis (ISP).

A convocação desta reunião, agendada para as 17:30, na presidência do Conselho de Ministros, em Lisboa, levou a associação a cancelar uma marcha lenta de camiões em todo o território nacional.

“A marcha lenta foi suspensa, uma vez que o executivo alargou o âmbito da reunião, agendada para 30 de Março, a outras pastas do Governo. O encontro contará, assim, não só com o ministro Adjunto, Eduardo Cabrita, mas também com o ministro das Finanças, o ministro da Economia, o ministro do Ambiente e as respectivas Secretarias de Estado”, referiu numa nota a ANTRAM.

Já o presidente da ANTP avisa que depois de demasiado tempo à espera querem ações concretas e no mínimo que o preço do gasóleo para os profissionais desça para os níveis de Espanha, ou seja, perto de 24 cêntimos a menos que hoje.

A ANTP acrescenta que o país tem 24 mil pesados de transporte de mercadorias e emprega 40 a 50 mil trabalhadores, representando 4% do PIB. Márcio Lopes sublinha, contudo, que “se nós pararmos para tudo pois tudo tem de ser transportado…”.

Mais do que não sofrer este agravamento, as associações querem que o preço dos combustíveis, que representa 35% dos custos das empresas do setor, seja equiparado ao praticado em Espanha, o que deverá ocorrer através da devolução do ISP, com base no consumo real de combustível

Fonte: TSF e Observador

Simplifique a gestão do tacógrafo digital do seu camião com o Inotacógrafo.

Share.
Saiba mais sobre:   Nacional

Leave A Reply