Nikola Motor e a aposta no hidrogénio até 2020

0

A Nikola Motor Company quer dizer adeus, de forma definitiva, aos camiões movidos a combustíveis fósseis. A empresa afirmou publicamente a sua intenção em “montar” uma versão hidroelétrica.

Essa versão, diga-se, exige que os consumidores se desloquem até uma estação de hidrogénio para que o reabastecimento seja efetuado.

Até 2020 a Nikola espera implementar cerca de 50 estações de abastecimento nos EUA (uma por cada estado) e no Canadá (sete). Este número é manifestamente escasso, acabando por colocar problemas em termos da cobertura territorial. Mesmo com uma cobertura de cerca de 1.930 km, existem várias dúvidas quando à sua exequibilidade.

Sem emissões

O CEO da Nikola Motor Company, Trevon Milton, revela que existe “ o desejo de alcançar a abolição a 100% das emissões poluentes nos EUA e Canadá” afirmando que essa é um elemento critico para os esforços futuros da empresa “ não só no consumo de energia do veículo, como também na forma como essa energia é produzida”.

Trevor revela ainda que “a Nikola irá produzir hidrogénio com zero emissões” através de postos de energia solar construídos pela empresa.

Assim será feita história. Isto porque, a Nikola poderá ser “ a primeira empresa no mundo com zero emissões desde a produção de energia até ao transporte e consumo” referiu o CEO.

O projeto é ambicioso. Resta saber a sua viabilidade e capacidade de massificação.

Fonte: Owner & Driver (adaptado)

Faça frente ao encarecimento do serviço da sua frota de pesados com soluções que potenciam a poupança. 

Roubo de combustível: quanto custa à sua empresa?

Dependendo da tipologia de veículo e da respectiva capacidade dos depósitos, um único roubo de combustível pode representar para a empresa um prejuízo que pode ir desde algumas dezenas de euros até…
Leer Mais »

Share.
Saiba mais sobre:   Atualidade e Ambiente

Leave A Reply