Garland vai investir nos transportes e logística para aumentar faturação

0

O Grupo Garland irá investir na consolidação do seu negócio principal, os serviços de transporte e logística, em que prevê alcançar uma faturação de 113 milhões de euros, revelou o seu presidente Bruce Dawson.

A celebrar 240 anos de atividade, o grupo reconhece que a defesa da sua principal área de negócio é essencial para a sustentabilidade do grupo, já que os transportes e logística valem cerca de 55% do volume de negócios global da empresa.

Garland em Portugal

No ano passado a Garland cresceu 8% no mercado português, tendo criado 20 novos postos de trabalho que se juntaram aos atuais 328 funcionários .

“No mercado nacional, o EBITDA cresceu, desde 2013, a um ritmo anual de 10%, aumento que ocorreu num período que tem sido muito difícil, com poucos incentivos à economia portuguesa e com as margens cada vez mais reduzidas”, salientou o gestor.

O volume de negócios do grupo tem vindo a aumentar e, desde 2013 cresceu mais de 30%, numa fase em que Portugal esteve sujeito a um resgate financeiro”, disse à Lusa Bruce Dawson, mostrando-se “satisfeito com os resultados alcançados no ano passado” e nos anos anteriores.

“Já ultrapassámos várias crises financeiras que fizeram subir e descer as importações e as exportações”, disse o presidente da Garland.

A Garland movimentou em 2015 mais de 1.051 toneladas de carga aérea e 21.851 camiões internacionais, respectivamente, mais 105 toneladas e mais 1.773 pesados.

“A operação em Marrocos está a correr como o previsto”, disse o gestor da Garland, grupo com cinco escritórios em Portugal, dois em Espanha e um em Marrocos, segundo a informação disponível na sua página na internet.

O grupo Garland tem atualmente 80.000 metros quadrados de armazéns em Portugal, sendo que a sua ocupação é praticamente de 100%.

Fonte: Económico (adaptado)

Simplifique a gestão do tacógrafo digital do seu camião com o Inotacógrafo.

Share.
Saiba mais sobre:   Negócios e Empresas

Leave A Reply