Fabricantes de camiões sofrem multa mais pesada de sempre

0

Bruxelas aplicou uma das multas mais pesadas de sempre às fabricantes de camiões, sobre a acusação da prática de cartelização de preços durante 14 anos. Empresas como as alemãs MAN e Daimler, a holandesa DAF, a italiana Iveco e a sueco-francesa Volvo/Renault, foram visadas neste processo.

Cerca de 2,93 mil milhões de euros. Foi este o valor da multa aplicada às principais empresas do setor, sendo que a Daimler recebeu a maior fatia dos 2,93 mil milhões euros de multa: 1,008 mil milhões.

Na reação a este processo, a comissária europeia para a Concorrência, Margrethe Vestager, sublinhou o facto de ser inconcebível e inaceitável que as empresas visadas, que produzem nove em cada dez veículos de peso médio e pesado na Europa, “tenham pactuado para se livrarem da concorrência”.

A comissária declara ainda que “Durante 14 anos, estas sociedades negociaram preços e as repercussões dos custos de conformidade com as normas ambientais sobre os clientes”, sublinhou a comissária.

Para além da Daimler, também a DAF (752 milhões de euros), a Volvo/Renault (670 milhões) e a Iveco em (495 milhões), foram fortemente penalizadas.

A fabricante MAN não recebeu qualquer sanção uma vez que denunciou o caso, livrando-se assim de uma multa que poderia ascender a 1,2 mil milhões de euros.

Fonte: Negócios (adaptado)

Vigie a atividade dos veículos da frota da sua empresa com soluções de localização por GPS.

Share.
Saiba mais sobre:   Atualidade e Ambiente

Leave A Reply