Estivadores iniciam greve de dez dias a 14 de Novembro

0

Os estivadores de alguns portos portugueses preparam uma greve com início marcado para o dia 14 de Novembro. Convocada esta semana pelo Sindicato dos Estivadores, a paralisação deverá prolongar-se por dez dias, terminando a 24 de Novembro, e abrangerá os portos de Lisboa, Setúbal e Figueira da Foz. A classe profissional protesta contra o fim do contrato coletivo de trabalho e, a par da greve, manifestar-se-á junto à Assembleia da República já no próximo dia 10.

O Sindicato dos Estivadores fez um pré-aviso de greve à prestação de trabalho nos portos de Lisboa, Setúbal e Figueira da Foz, a partir das 8:00 do próximo dia 14 de Novembro e até às 8:00 de 24 de Novembro.

Em comunicado, o Sindicato dos Estivadores revela que “em causa está o fim do contrato colectivo de trabalho, motivado pelas negociatas que estão a ser feitas no Porto de Lisboa, cuja venda foi, em devido tempo, denunciada”.

Na paralisação do trabalho, refere ainda, incluem-se “todas e quaisquer operações incidentes sobre a carga e/ou descarga ou sobre a mera movimentação de bens ou mercadorias, em navio ou fora dele, a realizar na zona portuária da área de jurisdição do porto, seja qual for a entidade responsável pelas operações e seja qual for a condição contratual dos respectivos trabalhadores”.

O sindicato liderado por António Mariano diz ainda no mesmo comunicado que os estivadores vão definir “um calendário de luta que começará já no próximo dia 10 de Novembro”, dia em que agendaram uma manifestação em frente à Assembleia da República, onde estará a ser discutido e votado o programa do Governo.

A nova lei do trabalho portuário aprovada pelo anterior Governo de Passos Coelho despoletou um conjunto de sucessivas greves que afectaram essencialmente o porto de Lisboa.

Fonte: Jornal de Negócios | Fonte (imagem): Danny Cornelissen

Proteja a sua frota de veículos ligeiros e pesados com a localização por GPS.

Share.
Saiba mais sobre:   Nacional

Leave A Reply