Colisão frontal entre camião e autocarro vitima mais de 40 pessoas em França (com vídeo)

0

A região francesa de Aquitânia amanheceu hoje de forma trágica, com aquele que já é rotulado como o acidente rodoviário mais mortífero em França desde 1982. A colisão frontal entre dois pesados – um de mercadorias e outro de passageiros –, seguida de um incêndio, ceifou as vidas de mais de 40 pessoas, a maioria das quais idosos que participavam numa excursão.

A colisão frontal entre um autocarro e um camião, seguido de incêndio, numa estrada secundária nas imediações de Libourne (perto de Bordéus) vitimou pelo menos 42 pessoas, a maior parte idosos que iam numa excursão. O acidente terá ocorrido pelas 7h30 (6h30 em Portugal) desta sexta-feira, pouco depois do início do passeio excursionista.

O local onde o choque entre os dois pesados teve lugar foi uma curva perigosa em Puisseguin, perto de Libourne, a cerca de 57 quilómetros de Bordéus, na região de Aquitânia, situada no sudoeste da França.

Este é, segundo a Agência France Press, o mais mortífero sinistro rodoviário registado no país gaulês desde 1982, com 42 mortes já confirmadas. O motorista do pesado de mercadorias foi uma das vítimas mortais, sendo as restantes 41 passageiros do autocarro. A maior parte dos excursionistas que seguiam no autocarro – 49 no total – eram membros do clube de terceira idade Petit Palaisien, sediado em Petit-Palais-et-Cornemps, segundo avança o jornal regional francês Sud Ouest.

O local foi assistido por inúmeros carros de socorro. Os poucos sobreviventes do trágico acontecimento sofreram sequelas, contabilizando-se dois feridos graves (que, segundo a prefeitura de Gironda, foram encaminhados para Bordéus) e dois indivíduos com traumatismos cranianos, sendo que também os restantes ocupantes do pesado de passageiros exibem ferimentos ou se apresentam em estado de choque.

Este foi o acidente rodoviário de maior dimensão e gravidade testemunhado pela França nos últimos 33 anos, sendo comparável ao sinistro de no dia 31 de julho de 1982 teve lugar em Beaune, Côte-d-Or e ceifou 53 vidas – entre as quais as de 44 crianças com idades entre 6 e 15 anos. O ministério do Interior avançou que todas as vítimas têm nacionalidade francesa.

Facilite a gestão do tacógrafo digital do seu camião com o Inotacógrafo.

Share.
Saiba mais sobre:   Atualidade e Ambiente

Leave A Reply