A camionagem do futuro segundo a Volvo: os camiões inteligentes que serão como smartphones (com vídeo)

0

Personalizados, com capacidade de antecipação e sempre bons de conduzir. Estas serão, segundo a Volvo, as principais características do camião inteligente do futuro, que em muitos aspetos se assemelhará a uma espécie de smartphone sobre rodas. Novidades que, nos próximos anos, contribuirão para “revolucionar a produtividade na indústria dos transportes”, segundo Hayder Wokil, diretor de Qualidade e Período Operacional na Volvo Trucks.

Atualmente circulam pelas estradas da Europa cerca de 175.000 camiões Volvo ligados online, alguns dos quais são já capazes de enviar informações quando precisam de manutenção, sendo que parte desse trabalho de manutenção pode até ser efetuado remotamente. Mas para a fabricante Volvo isto é apenas o início…

“Nos próximos anos, por exemplo, o camião poderá monitorizar o seu próprio estado em tempo real, promovendo uma assistência mais fácil e rápida, o que resulta numa maior produtividade de todos os envolvidos – motoristas, oficinas e empresas de transporte”, diz Hayder Wokil.

No futuro, o camião também tornará mais simples a administração ao nível da oficina, ganhando autonomia no desempenho de questões relacionadas com a própria manutenção, nomeadamente no seu agendamento e dos mecânicos adequados, bem como na encomenda antecipada de peças para entrega na oficina.

“A assistência será sincronizada com o horário de funcionamento do camião e agendada na oficina mais próxima, a uma hora em que o veículo não estaria, de qualquer das formas, a trabalhar, por exemplo à noite ou quando o motorista tem de fazer uma pausa imposta por lei. Através de uma ligação online o camião poderá também efetuar remotamente reparações automáticas simples”, completa Hayder Wokil.

À medida que o potencial de conectividade dos camiões continuar a crescer, os pesados tornar-se-ão cada vez mais flexíveis, podendo ser personalizados de acordo com os serviços individuais e “com as necessidades e o estilo de condução do operador”.

Smartphones Sobre Rodas

Naturalmente, a conetividade, por si só, não consegue fazer todo o trabalho sozinha; necessita de compilar uma grande quantidade de dados, já que é a partir do cruzamento de informações que se torna possível criar padrões e, a partir deles, antecipar necessidades.

Per Adamsson, diretor de Desenvolvimento Estratégico e Comercial no Departamento de Telemetria do Grupo Volvo, é de opinião que os camiões dos nossos dias seguirão a tendência dos smartphones em anos recentes – a indústria automóvel, inclusive, utiliza muito a expressão “Evolução Smartphone Sobre Rodas”.

“Num futuro próximo, os camiões poderão comunicar com outros utentes da estrada e com dispositivos móveis de ativação remota, como capacetes de bicicleta, ajudando a reduzir o risco de acidentes e o número de paragens não planeadas”, revela Per Adamsson. E complementa: “Graças à conectividade online, no futuro, o camião também poderá monitorizar o tráfego de forma independente e selecionar a rota mais eficiente se existirem congestionamentos de trânsito ou trabalhos na estrada mais à frente”.

No entanto, ainda que muita da tecnologia para concretizar o camião do futuro já exista atualmente, este cenário futurístico da próxima geração poderá levar algum tempo a tornar-se realidade.

“O maior desafio é filtrar a enorme quantidade de dados que recolhemos dos nossos veículos. A infraestrutura de conectividade em todo o mundo também precisa de ser mais desenvolvida antes de ser possível transformar esta visão da próxima geração na realidade do dia a dia”, sumariza Hayder Wokil.


Facilite a gestão do tacógrafo digital do seu camião no presente: ligue-o ao Inotacógrafo.

Share.
Saiba mais sobre:   Tecnologia e Inovações

Leave A Reply