Bélgica: Ecotaxa chega em abril como substituto da Eurovinheta e encarecerá custos em 8% (com vídeo)

0

A Bélgica prevê começar a cobrar uma ecotaxa rodoviária a partir de 1 abril do próximo ano. A nova taxa será aplicada em substituição da Eurovinheta, vigorará em algumas estradas daquele país e terá como consequência o encarecimento dos custos do transporte rodoviário de mercadorias em cerca de 8%.

Esta ecotaxa será aplicável a todos os camiões belgas e estrangeiros com peso superior a 3,5 toneladas. Segundo as contas do Instituto de Transporte Rodoviário & Logística da Bélgica (ITBL), o aumento médio dos fretes que daí resultará será de 7,94%. Segundo o mesmo organismo, o encarecimento será mais sentido na região Bruxelas – Capital, onde todas as estradas passarão a estar taxadas, o que representa uma subida de 121,4% do custo do transporte.

Os transportadores belgas já fizeram saber que, devido às baixas margens com as quais o setor trabalha, ver-se-ão obrigados a compensar este aumento de custos inflacionando também o valor cobrado aos carregadores.

A Federação Belga dos Transportes (Febetra), por sua vez, chama a atenção para a o processo de cobrança da ecotaxa rodoviária. Segundo a Federação, a empresa que explorará os pórticos Viapass, designada Satellic, prepara-se para obrigar os transportadores a utilizar um cartão de crédito ou cartão de combustível para proceder ao pagamento destas taxas. Segundo a Febetra, tal obrigatoriedade gerará custos adicionais e constitui uma anomalia no sistema; a federação considera também grave a presença de um intermediário comercial neste processo.

Taxa portajará 12 a 20 cêntimos por quilómetro

A cobrança da nova ecotaxa belga implica ainda que os transportadores instalem a bordo dos seus veículos pesados um dispositivo eletrónico, o OBU (On Board Unit), que controlará a circulação na rede belga de estradas e medirá os quilómetros percorridos recorrendo à navegação por satélite. A encomenda do OBU pode ser feita on-line, no website  www.satellic.be, e implica o pagamento de um depósito no valor de 135 €.

O valor das portagens cobradas será variável entre 12 e 20 cêntimos por quilómetro e calculado com base em quatro aspetos:

  • O número de quilómetros percorridos;
  • O peso bruto do veículo;
  • A categoria ambiental em que o camião se insere;
  • O tipo de estrada utilizado (local, regional ou via rápida).

Todas as dúvidas e informações sobre o novo sistema belga podem ser esclarecidas com uma visita a http://www.viapass.be/en/about-viapass/viapass-for-hgvs/

Facilite a gestão do tacógrafo digital do seu camião com o Inotacógrafo.

Share.
Saiba mais sobre:   Legislação e Concursos

Leave A Reply