ACRV – Comércio de Veículos e Peças: Mestres em DAF capacitados para reparações multimarcas

0

A ACRV – Comércio de Veículos e Peças, S.A. é uma rede de oficinas de manutenção e reparação, para além de concessionária da DAF em diversos pontos do país. A empresa vem construindo um percurso que se caracteriza pela abrangência, já que, embora especializadas nos produtos DAF, as oficinas da ACRV estendem a sua oferta de serviços à reparação de outras marcas. A revista Automotive foi conhecer melhor a história e filosofia da ACRV e partilha parte da conversa que teve com alguns dos seus responsáveis.

 

ACRV é o acrónimo de Auto Comércio e Reparação de Veículos

Zeferino Simões, administrador: a empresa nasceu em junho de 2013 em resposta à necessidade do Grupo Transportes Florêncio e Silva (TFS) para fazer a manutenção e reparação da sua frota de mais de 600 camiões da marca DAF.

Faltavam pontos de assistência, que colmatamos com a aquisição das oficinas de Perafita, Carregado e no Algarve (Areias de Pera). A ACRV é concessionário DAF de Santarém até ao Algarve e no norte somos reparadores autorizados. Em todas as oficinas reparamos multimarcas, aprendemos que a diversidade aumenta a capacidade e qualidade das respostas.

Somos a empresa que melhor conhece os produtos DAF, para nós tem sido a melhor escolha em termos de relação preço/qualidade ao longo dos anos. Temos assim ampliado as empresas dentro do grupo, dinamizado e exteriorizado as nossas atividades, sempre com o conhecimento intrínseco que temos, por vivenciar os problemas diariamente.

 

Novos processos

Os processos são revistos e alterados quando necessário, desde a venda de viaturas novas até ao pós-venda. Implementamos indicadores de performance para todas as funções, reunimos trimestralmente com a DAF para fazer uma avaliação desses indicadores e implementar processos de melhoria. Somos uma empresa 100% portuguesa com a gestão em linha com os melhores parâmetros internacionais.

O nosso objetivo é garantir o mesmo nível de serviço de norte a sul do país, com uma solução global. Estamos em três grandes zonas geográficas e fazemos muita movimentação de recursos humanos entre as unidades de forma a harmonizarmos os níveis de conhecimento e os processos de trabalho, através do conhecimento global de toda a rede.

 

Recursos humanos

Davide Mota, diretor geral: temos investido na requalificação do pessoal técnico, onde temos espaço para melhoria. Absorvemos grande parte de pessoas que iriam para o desemprego e que ainda estão a integrar-se nos nossos padrões de gestão e a colmatar as necessidades de formação.

Os nossos técnicos estão agora inscritos na academia técnica da DAF. Além disso todos os funcionários desde a mecânica, receção e força de vendas têm um plano de formação internacional com a DAF com objetivos e metas motivadoras e construtivas. Com a rápida evolução tecnológica dos camiões DAF, só conseguimos corresponder às necessidades dos nossos clientes se tivermos capacidade de aprendizagem.

 

Evolução tecnológica

A evolução tecnológica dos camiões Euro5 para os Euro6 significou uma poupança de combustível que ronda os 8%. A evolução tecnológica dos DAF foi relevante, realçamos as novas motorizações Euro6 com o módulo Eco onde toda a eletrónica foi melhorada e caixa de velocidades mais suave. Adicionalmente optamos por equipar de série os novos DAF comercializados em Portugal, com a mais recente tecnologia de cruise control adaptativo, que diminui a interferência do motorista na condução do veículo no sentido de reduzir os consumos de combustível.

Além da reconhecida fiabilidade do produto DAF, agora temos um leque de produtos tecnologicamente evoluídos do ponto de vista mecânico e eletrónico. Iremos também dinamizar a implementação no mercado nacional do que denominamos por versão silence dos camiões. É um camião preparado para trabalhar nas grandes cidades, que irá reduzir o ruído de acordo com uma norma PIEK em vigor na Holanda. Esta norma determina que os camiões nas cargas e descargas de produtos, nas cidades, devam ter um ruído inferior a 72 decibéis. A norma deverá brevemente ser uma diretriz europeia por isso procuramos fazer com que os investimentos das transportadoras em novos camiões não se tornem obsoletos […]

A entrevista completa à ACRV pode ser lida no n.º 22 da revista Automotive.

Fonte: Automotive | Fonte (imagem): Página de Facebook da ACRV

Há uma nova ferramenta no mercado que facilita a gestão dos tacógrafos digitais.

Share.
Saiba mais sobre:   Nacional

Leave A Reply