Quinze imigrantes encontrados em estado de hipotermia dentro de camião frigorífico

0

O “alerta” soou durante a manhã de ontem, pelas 8 horas, quando as autoridades francesas receberam uma “chamada estranha” de um homem que falava inglês com uma voz muito ténue. A origem da chamada não era localizável, pelo que se tratava de uma pista difícil de seguir, mas horas depois foi possível compreender que o esquisito telefonema tinha sido feito a partir de um sítio não menos insólito: a caixa de um camião frigorífico.

Quinze imigrantes em hipotermia foram esta terça-feira encontrados entre a carga de um camião frigorífico no norte de França, depois de uma busca das autoridades iniciada com um telefonema de um dos homens.

As autoridades disseram ter recebido uma “chamada estranha” cerca das 08:00, de “um homem falando inglês com a voz quase inaudível, que parecia estar a sufocar, e que não sabia onde estava”.

As autoridades não conseguiram fazer o rastreio da chamada, porque estava a ser usado no telefone um cartão estrangeiro, mas muito tempo depois conseguiram descobrir que o interlocutor estava num camião a circular em algum lugar entre Paris e Lille.

O operador que recebeu a chamada também pode ouvir outras pessoas em fundo.

Foram então enviadas ambulâncias para a autoestrada, até que foi detetado um camião numa área de descanso. Com a ajuda dos serviços de assistência da autoestrada conseguiram forçar as portas e encontraram 15 homens, entre os 25 e os 45 anos, cujas nacionalidades não foram divulgadas.

“No interior, no meio de caixas de laranjas, encontraram 15 imigrantes que mal podiam respirar e em diferentes estágios de hipotermia”, disse fonte citada pela agência de notícias francesa AFP.

O motorista, que não estava no camião quando este foi aberto mas que regressou de seguida, disse que não sabia que estava a transportar imigrantes mas mesmo assim foi detido.

Um dos imigrantes recebeu tratamento no local e os restantes foram encaminhados para hospitais próximos.

Milhares de imigrantes, especialmente da África Oriental e Médio Oriente, têm viajado por França a caminho do porto norte de Calais, na esperança de chegar à Grã-Bretanha.

Fonte: Lusa

Proteja a sua frota pesada e não a perca de vista com a localização por satélite.

Share.
Saiba mais sobre:   Atualidade e Ambiente

Leave A Reply